quarta-feira, 14 de agosto de 2013

#partiuviagem - Itália (parte I)


Olá pessoas, fiquei uns dias longe do blog diário, mas por ótimo motivo (hehehe)
 - Itália lá fomos nós!!!
No total foram 10 dias que passeamos/conhecemos as seguintes cidades: Veneza, Belluno/Cortina d'Ampezzo/Bassamo del Grappa, Verona, Florença, Roma/Vaticano, Toscana e Pisa. Foram dias agradabilíssimos ao lado de pessoas especiais, paisagens belíssimas, história, arte, gastronomia "mama-mia" (hehehe) e muito sol :). Vou contar um pouquinho das nossas aventuras em cada uma das cidades e desejo que vcs viagem com a gente! :)



VENEZA - Pegamos o avião por volta das 7h da manhã e antes das 10h já estávamos no "Aeroporto di Treviso".  Apesar de cedo, o sol estava de rachar!!! Ponto de partida do nosso dia em Veneza – “Estação Veneza Santa Lucia, estação de trem uma das melhores formas de chegar e sair da cidade. Colocamos as malas no guarda-volumes, tomamos nosso primeiro café da manhã italiano (sanduíche de presunto parma e mussarela + suco) e fomos nos aventurar por suas ruas, becos, pontes, canais e praças...

















 
Uma cidade da região do Vêneto no nordeste da Itália, com cerca de 270 mil habitantes, classificada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, seus principais pontos turísticos são: Basílica de São Marcos e Praça de mesmo nome, Ponte Rialto, demais igrejas, museus e monumentos.Veneza é famosa pelos Festival de Cinema, Bienal de Artes, Regata Histórica, fabrico de vidro, Carnaval de Veneza (as máscaras são um show de cores) e pelos seus passeios românticos de gôndolas que atraem muitos casais a passarem suas luas-de-mel.



 


Literalmente uma cidade sobre as águas!






                                                                Praça São Marcos


Paradinha para um sorvete italiano.


                                                               Basílica de São Marcos
                                                                                                               

Olha a fila para entrar na Basílica :(. Não entramos! hehehe







                                                           Ponte dos Suspiros




Como outros brasileiros, também achamos Veneza uma cidade cara em relação as demais que visitamos na Itália. Um simples sanduíche de queijo e presunto (misto quente), não sai por menos de 6,0 euros... O passeio de gôndola não fizemos, eh cobrado 80 euros por pessoa! E como havíamos feito esse passeio em Aveiro - "Veneza Portuguesa", ficamos felizes e satisfeitos!!! Andamos de vaporeto (meio de transporte) que custou 7,0 euros por pessoa.




                                                   

Vai uma pizza aí?

Nos despedimos da quente e bela Veneza, partimos de trem para BELLUNO, comunidade italiana, também da região de Vêneto, com cerca de 36 mil habitantes, e a capital Belluno. Lá encontramos o casal Paty e Angelo. Ela eh prima do maridão e moram nessa charmosa cidade cercada por montanhas. 





















Conhecemos também a cidade de Cortina d'Ampezzo, essa com 5mil habitantes e famosa por ser uma estação de esqui - os brasileiros que residem na Itália acham a cidade de Cortina semelhante a nossa Campos do Jordão em SP -Brasil.  Pegamos um calorão de 37graus!!! Aff, massssssss antes assim que tão frio não eh? hehehe

 


 







Chegamos a VALDAGNO - com cerca de 27.000 habitantes e possível local de onde surgiram os primeiros LORA. Isso, voltando as origens fomos tentar encontrar os primeiros parentes da família do maridão. 






E encontramos as vilas Lora de Sotto e Lora de Sopra. Não vimos ninguém, mas fixados as residências  estavam lá os moradores e o sobrenome Lora.
 


















Seguindo viagem, paramos na cidade de Bassamo del Grappa -  a origem do nome da cidade é devido ao seu produto mais famoso - a Grappa. O licor de fogo, tradicionalmente uma bebida apreciada após o jantar e feita a partir de bagaço (sementes descartadas de uva - sobras do processo de vinificação. Ela pode ser encontrada em toda a Itália, mas esta área é particularmente conhecida por sua grappa especial. Um histórico de destilarias de Bassano tem um pequeno museu - o Museo della Grappa - onde se pode ver como é preparada e também degustar. Também é a região famosa por seus aspargos brancos. Maridão tratou logo de adquirir algumas garrafas da "autêntica grappa".

Ponte Degli Alpini
 



 




Final de semana maravilhoso, paisagens de tirar o fôlego ao lado desse casal bacana (Paty e Angelo). Foram muitas risadas, histórias, cervejas, massas, pizza, sorvete etc... Esperamos nos reencontrar em breve nesse mundão!













Cervejinha, que tal?

Após final de semana em Belluno e região, na segunda bem cedinho nos despedimos dos fofos Paty e Angelo e pegamos o trem para VERONA - a cidade dos namorados!!! Um dos locais onde se passa a história da peça Romeu e Julieta escrita por Willian Shakespeare. No centro da cidade existe uma vila onde, pelo que conta a história, Julieta morava. Famosa mundialmente por ter sido palco da trágica história de amor e conhecida também como a pequena Roma, a cidade encanta com a preservação dos pontos históricos e clima de romance e arquitetura. Com aproximadamente 256mil habitantes, foi incorporada ao Reino da Itália em 1866 com a terceira guerra de independência italiana. Declarada patrimônio da humanidade pela UNESCO por causa da sua estrutura urbana e arquitetura.



 
Deixamos as malas no guarda-volume da estação (uma mão na roda p/ quem só está de passagem pela cidade), já havíamos tomado café no trem e às 9h já estávamos flanando pela cidade :). Compramos o Verona Card - cartão que dá acesso as atrações turísticas, cada 15,00 euros e vale muito a pena. Visitamos a Arena de Verona - onde ocorrem as apresentações de ópera, a Casa da Julieta, ponto máximo de Verona pra mim :) - local antes visto no filme "Cartas para Julieta".












Piazza Brá





                                              Arena de Verona








  


A cidade eh bem sinalizada e fácil de encontrar os pontos de interesse/turísticos e "pra variar", cada entrada custam alguns euros... Gente, quando penso que até para entrar conhecer algumas (várias) igrejas temos que pagar hoje em dia... Mas, vamos lá :). Próxima parada Casa da Julieta! Não conseguimos entrar no museu/casa, pois na segunda-feira só funciona pela tarde. Mas, consegui tirar a foto ao lado da Juju...hehehe




   


 
Varandinha da Julieta.
Cadeados deixados pelos casais apaixonados.





Essa foto não eh nada fácil de tirar...hehehe
  

 


Na sequência fomos para Torre Lamberti de onde tivemos uma vista do alto da cidade. Entramos também com Verona Card.








 

 




Voltando ao solo (descendo da torre), passamos pela Piazza delle Erbe onde concentra-se uma feira de artigos diversos de Verona e Itália, frutas frescas no copo, uma fonte ocupada por uma estátua de nome Madonna Verona.





Pelas ruas de Verona...
 


Paradinha na Igreja Di San Fermo -  ela é composta na verdade de dois templos, sendo o inferior iniciado no século XI, na intenção de abrigar as relíquias de S. Fermo e Rústico. A parte superior, por sua vez, é do século XII, posteriormente reformada no século XIV para sua forma atual. A fachada é listrada e o interior repleto de belas obras de arte.Não havia entrado na Basílica de São Marcos em Veneza, então não deixei passar essa oportunidade de acender uma velinha para agradecer e fazer meus pedidos :). Entramos com Verona Card - viu como eh válido tê-lo em mãos. 
 




 Em seguida visitamos o Museo Di Castel Vechio - localizado no castelo medieval que possui mesmo nome, foi restaurado entre 1959 e 1973, tem realçada o exterior da construção e objetos expostos. Com estilo arquitetônico único de Carlo Scarpa podemos apreciar os detalhes dos portais, escadarias, mobíliário e mesmo acessórios desenhados para manter um pedaço específico do trabalho artístico. O museu expõe uma coleção de esculturas, estátuas, pinturas, cerâmicas, trabalhos em ouro, sendo as esculturas, em grande maioria do período românico de Verona.



 




 


Ponte vista do castelo.
                                                

 
 

 
Principal avenida de Verona.


Então, a viagem ainda não acabou... Aguardem a Itália parte II.
Bjos :)

























































 


 





























Um comentário:

Cecilia Almeida disse...

Amiga, vc tá ficando boa mesmo nisso de blog...rs

Ótimas as dicas...deu vontade de ir pra Itália... amei as foto no local do filme Cartas para Julieta (que eu adoro por sinal)!

Temos saudade, mas esses posts compensam um pouco...curto todos...rs

Pergunta: vc colocou seu cadeado lá?

bj,

Ceci